5.5.16

Conheça o Documentário "Birth day" de Lieve Blancquaert


Aproveitando que no próximo domingo é Dia das Mães eu trago para vocês uma dica de um documentário bastante interessante produzido pela fotógrafa Lieve Blancquaert,intitulado "Birth day".Espero que gostem.

Por cobra.canvas.be

O documentário "Birth day - How World Welcomes It's Children" ou " O Nascimento ao Redor do Mundo",apresenta a belga fotógrafa Lieve Blancquaert na sua viagem para documentar os nascimentos em diferentes paises e culturas diferentes,incluindo também,os hospitais,as diversas tradições do parto,preparativos (Adaptado por hagah e Filmow).
 

Segue abaixo o texto retirado do site dela  falando sobre o mesmo:


'That means 364,501 new stories throughout the world. Over the years I have become more and more fascinated by this. Everywhere children are born with their own life story:their own parents and family, their own environment, their own culture, their own place in the world, their own future. The day on which a child is born is a universal happening, of which, as a woman and a mother, I know the experience and the emotions. An occasion which has provided me, as a photographer, with very powerful, pure and always unique pictures. Pictures which intrigued me as a journalist, and always resulted in a single question... Why do we actually bring children into the world? In what kind of world will they grow up? What is their story?’

'Isso significa 364,501 novas histórias em todo o mundo. Ao longo dos anos tornaram-se mais e mais fascinado por isso. Em todos os lugares as crianças nascem com a sua própria história de vida:seus próprios pais e familiares, seu próprio ambiente, sua própria cultura, seu próprio lugar no mundo, o seu próprio futuro. O dia em que uma criança nasce é um acontecimento universal, da qual, como uma mulher e uma mãe, eu sei que a experiência e as emoções. Uma ocasião que me proporcionou, como fotógrafo, com muito poderosas, puros e sempre únicas imagens.Fotos, que me intrigou como jornalista, e sempre resultaram em uma única pergunta ... Por que nós realmente trazemos filhos ao mundo? Em que tipo de mundo eles vão crescer? Qual é a sua história?'


Por 1080.plus

A cada episódio é apresentado um novo pais,consequentemente uma nova cultura.Segue abaixo a lista de episódios juntamente com a classificação etária de cada um:

1º-Episódio:China(Classificação Etária*:16 anos);
-Episódio:Kuwait(Classificação Etária:12 anos);
-Episódio:Groenlândia(Classificação Etária: 16 anos);
-Episódio:Rio de Janeiro/Brasil(Classificação Etária:12 anos);
-Episódio:Tiberias/Israel(Classificação Etária:10 anos);
-Episódio:Nairobi/Quênia(Classificação Etária:12 anos);
-Episódio:Atlanta/EUA(Classificação Etária: 16 anos);
-Episódio:Ganges Delta/Índia(Classificação Etária:14 anos);
-Episódio:Bruxelas/Bélgica(Classificação Etária:12 anos);

Por www.dyrmdaily.com

Eu assisti a essa série no GNT,e confesso que de todos os documentário que eu já vi sobre nascimento esse foi o que mais me tocou,principalmente pelo contraste cultural,a relação entre riqueza e pobreza,a solidariedade,a precariedade,gravidez na adolescência entre outras questões.

Cada um desses e outros aspectos nos fazem pensar se realmente nos falta algo visto o que outras mulheres passam ao redor do mundo.


Entretanto algo em comum em todas é o amor que sentem por seus filhos,e isso é algo que ultrapassa qualquer dificuldade.

Se vocês tiveram a oportunidade de assistir esse documentário não percam tempo,vão aprender bastante assim como eu aprendi.


Siga o Páginas nas redes sociais:

10 comentários:

  1. Nossa que lindo, já prevejo choros vindo de mim rs Amo esse universo, sonho em ser mãe um dia, com certeza é a melhor experiência que uma mulher pode ter.
    http://souadultaagora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Vou assistir COM CERTEZA! Já até salvei seu post aqui, obrigada pela indicação maravilhosa!

    Me chama de Bella

    ResponderExcluir
  3. Oi Rafa, parece muito interessante o documentário, as mulheres ao redor do mundo passam por muitas dificuldades mesmo, mas somos mais fortes do que imaginamos!


    Ciranda da Bailarina

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Que legal! Muito interessante mesmo, adorei!!
    beijos
    www.marinaalessandra.com

    ResponderExcluir
  5. adorei a dica, bjs : )

    lanibelezafeminina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ah, gosto de comentários sobre esses assuntos. É muito interessante ver como funcionam as coisas ao redor do mundo, especialmente em se tratando de um assunto que a maioria das mulheres passam na vida.

    Obrigada pela visitinha em meu cantinho. Tô seguindo seu blog também. =)

    Chiquereza

    ResponderExcluir
  7. Parece ser emocionante mesmo. Não conhecia!
    Bom final de semana.

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido falar desse documentário, acredita? Mas parece ser muito bom, adoro esses documentários que nos mostram outras culturas, sabe?!
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  9. Gostei da ideia do documentário e da legenda na foto em francês.

    http://juliamodelodemodelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Páginas em Preto © Todos os direitos reservados.